Jogos de Casino, são uma jogada séria

Tenho trabalhado com Jogos de Casino por cerca de 2 anos. Nunca foi uma das minhas áreas fortes, mas quando comecei, adorei. Não sou jogadora, portanto, para mim os jogos eram desconhecidos, e isso foi o que tornou o trabalho ainda mais interessante. Aprendi imenso sobre jogos e sobre este sector, e hoje sinto-me totalmente à vontade nesta área.

Basicamente, o meu trabalho é rever as regras e ilustrações de vários tipos de jogos. Desde Roleta a Blackjack, aos tradicionais jogos de slot, já fiz um pouco de tudo. Em primeiro lugar, preciso de entender aquelas regras para estar confiante de que sou capaz de identificar possíveis erros. Isso requer muita comunicação com o cliente, preciso de fazer perguntas ao cliente para ter a certeza de que não estou a cometer nenhum erro de interpretação, o que neste caso particular, caso não haja muito cuidado, pode ocorrer frequentemente. Mas penso que a boa comunicação com o cliente é crucial para a minha profissão, apenas assumir as coisas sem fazer perguntas irá, na minha opinião, levar ao desastre. Por outro lado, também faz parte deste trabalho responder a questões do cliente, sobre notas que posso ter feito. É um trabalho que requer comunicação constante e isso é algo que eu verdadeiramente adoro.

A localização é um problema neste tipo de trabalho. Tal como já mencionei num artigo anterior, na maior parte das vezes necessito de avisar o cliente acerca de problemas de localização sérios, tais como palavras traduzidas noutra variante, que não serão reconhecidas pelo jogador português. Isto é muito importante para o meu cliente, pois este precisa de apurar se as regras estão traduzidas adequadamente, para poder certificar os jogos. É uma responsabilidade grande, não podem haver error, uma vez que estes podem significar perdas para as empresas envolvidas.

É um trabalho desafiante e muito interessante, pois permite-me aprender sobre um sector diferente e estar envolvida com uma equipa de profissionais maravilhosos, os quais respeito e com quem gosto muito de trabalhar. Penso que isto apenas mostra, que quando começamos a nossa carreira, não sabemos como ela vai ser, podemos começar num determinado sector e acabarmos a trabalhar noutro completamente diferente. Penso que esta é a maior virtude de ser tradutora.

Cátia

Leave a Comment