Um pequeno passo, uma pequena vitória, mas ainda uma longa batalha

Na semana passada, as assinaturas recolhidas, como parte de uma Iniciativa Legislativa de Cidadãos Portugueses, com o objectivo de remover o AO90 (Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa 1990), foi entregue na Assembleia da República Portuguesa. Menos de 24 horas depois, esta Iniciativa Legislativa tornou-se num Projecto Lei. Foi de Iniciativa Legislativa de Cidadãos – AO90 ( ILC-AO90) a Projecto Lei 1195 da XIII Legislatura.    

Foi um pequeno passo em frente nesta campanha. Foram anos de recolha de assinaturas e chegar a cidadãos portugueses por todo o mundo, fazendo ouvir a nossa voz. Um grupo de voluntários que estabeleceram o website e páginas nas redes sociais e começaram a espalhar a palavra. Não foram apenas tradutores, interpretes ou escritores que se juntaram a nós, mas milhares de cidadãos de todos os campos da vida. Pessoas que viram os danos que este documento causou à Língua Portuguesa e à sua cultura. Às crianças, que foram forçadas a aprender, de acordo com um conjunto de regras que não fazem qualquer sentido, nem favorecem a sua língua ou cultura. Desde o início, que nunca existiu nada de positivo neste documento, até mesmo o argumento de que viria a unificar a língua falhou completamente, uma vez que tudo o que este documento criou foi mais divisão, confusão e mal-entendidos de todos os tipos. A Língua Portuguesa foi transformada numa anarquia linguística, onde ninguém sabia exactamente como escrever ou ler, onde as coisas se tornaram de tal forma confusas que até mesmo o próprio Governo Português teve dificuldade em aplicá-lo. Quase todos os dias, mais uma página do Diário da República Portuguesa seria publicada com uma mistura entre as antigas e novas regras. Tem sido algo muito triste de se ver

Isto foi realmente uma pequena vitória. Assinámos os papeis, estes foram entregues na Assembleia da República e já se tornaram num Projecto Lei. É mais um capítulo nesta campanha. De acordo com a página official da ILC-AO90, uma amostra de cerca de 10% será retirada, para que as assinaturas sejam reconhecidas em Notário. Se tudo estiver em conformidade, então a Iniciativa será validada. Este processo poderá levar cerca de 2 semanas. De seguida, continuará a avançar até à aprovação final, pela Assembleia da República Portuguesa.

Contudo, a batalha ainda não acabou. Podem haver assinaturas que não sejam aprovadas e, claro está, haverá sempre alguma oposição, daqueles que continuam a achar que foi uma boa ideia. Portanto isto está longe de estar terminado, apenas demos mais um passo na direcção certa.

Agora, é muito importante que falemos sobre isto. É importante continuar a pedir às pessoas para assinarem, porque se não aceitarem algumas assinaturas, precisamos de mais. É importante informar todos os novos participantes de todos os requisitos para que as suas assinaturas sejam válidas, e para que a sua participação não sejam em vão. O mais importante ainda, é escrever sobre o assunto e manter o assunto vivo na mente das pessoas. Falar com grupos parlamentares, para explicar as nossas razões para esta medida e ganhar o seu apoio e o seu voto. Este pode ser o passo final, mas é de todos o mais difícil. Mas precisamos de nos manter juntos e focados, por forma a atingir o nosso objectivo principal, restaurar a ordem na nossa língua.     

A título pessoal, gostaria de agradecer a todos os voluntários que tornaram isto possível. O seu trabalho e empenho tem sido incrível e sem eles não estaríamos hoje a celebrar esta pequena vitória. Gostaria de agradecer a todos os outros participantes, como eu, que assinaram esta Iniciativa e fizeram ouvir a sua voz. Muito obrigada.

Agora é preciso trabalhar ainda mais para levar este Projecto Lei a tornar-se Lei e ver a nossa língua regressar ao que era, permitindo-lhe evoluir de uma forma natural, tal como qualquer outra língua no mundo.

Cátia

Fonte: ILC-AO90

Leave a Comment