É urgente!

É urgente! Quantas vezes um tradutor ouve ou lê isto num email? Eu digo-vos, enumeras vezes. Isto é algo que nunca entendi, em mais de dez anos de carreira. Talvez os tradutores devessem abrir um “Departamento de Urgências de Tradução”, e tivessem colegas a trabalhar 24 horas por dia, 7 dias por semana, como num hospital. Parece que o cliente pensa que somos preguiçosos e que aquele “é urgente” é apenas para nos apressar. Hoje, decidi falar sobre a forma como trabalho.    

Como eu trabalho

Não posso falar por todos os meus colegas, mas posso certamente falar de mim e, quando recebo um projecto, começo imediatamente após este ser aprovado e não paro até o terminar. Para mim é sempre urgente.

Quando recebo um email de um cliente, analiso o documento, para poder preparar o Orçamento. Normalmente, os meus clientes dizem-me o que necessitam. Alguns podem precisar de serviços de tradução certificada, outros revisão ou outros serviços. Portanto analiso o documento e preparo o meu Orçamento.  Envio o Orçamento ao meu cliente, juntamente com os meus Termos & Condições, para que este saiba tudo acerca dos meus serviços e se assegure que realmente me importo com ele

Assim que o Orçamento é aprovado, começo imediatamente a trabalhar nesse projecto, a menos que tenha acordado um prazo diferente com o cliente. Por vezes, o Orçamento pode ser aprovado no final do dia, e daí que só comece a trabalhar no dia seguinte, ou posso estar a trabalhar num outro projecto e ter acordado iniciar no dia seguinte ou noutro dia.      

Uma vez que comece, trabalho incansavelmente até que o projecto esteja completo. Para o fazer, por vezes necessito de pesquisar termos, ou pedir uma clarificação ao cliente. É muito importante que a minha tradução seja exacta, que passe exactamente a mesma mensagem e que tenha exactamente o mesmo impacto na audiência de chegada.

Assim que acabo de traduzir, revejo o meu trabalho para me certificar que não tem quaisquer erros. Quando estou satisfeita de que esta obedece ao meu elevado nível de qualidade, envio-a ao cliente. Quando faço o Orçamento, tenho todos estes processos em consideração e o meu Orçamento é feito de acordo com estes.

O custo da urgência

Já disse isto várias vezes, e até já escrevi um artigo sobre isto, no ano passado. Um trabalho apressado, não é um bom trabalho, e aqui está o porquê:

Se um tradutor trabalha com prazos irrealistas, porque o cliente insistiu que trabalho que é urgente, pode ter resultados muito negativos. Apressar pode levar a “ir por atalhos”, e isso pode significar uma pesquisa que não é feita, ou a revisão que é apressada porque trabalho tem de ser entregue. Isto pode ser desastroso. Podem haver erros, a qualidade pode ser inferior e acabará por ter de pagar a outro tradutor para rever e corrigir. Por isso, a sua urgência irá levar-lhe mais tempo e custar mais dinheiro.  

Taxas de urgência

Nos meus Termos & Condições tenho uma cláusula sobre trabalho urgente. Se um cliente requisitar trabalho urgente, incorrerá numa sobretaxa de 10%. Contudo, nunca aceitarei um prazo irrealista, que saiba vai prejudicar a qualidade do meu trabalho. Porque, para mim, é fundamental manter um nível elevado.

Em última análise, você ganha, pois recebe qualidade num tempo útil.