Descubra a Península de Setúbal

Descubra a Península de Setúbal. Esta região faz parte da região geográfica da Estremadura e situa-se a sul da Capital, Lisboa. Famosa pelo seu vinho generoso Moscatel, a região sempre desempenhou um papel importante na história dos vinhos portugueses. O turismo é também uma característica fundamental desta região.

A região

A Península de Setúbal está rodeada de água. O Oceano Atlântico, o Rio Tejo e o Rio Sado. Possui um clima Mediterrânico com Verões quentes e secos e Invernos amenos e chuvosos. A seus valores de humidade relativa anual rondam os 75% a 80%, o que é o produto da sua proximidade ao mar. Cerca de 80% da região situa-se em zonas planas de tereno arenoso e muito pobre, que nunca excedem os 150m de altitude. Embora pobre este solo está perfeitamente adaptado à produção de uvas de qualidade. Os outros 20% são compostos de terrenos argilo-calcários localizados entre os 100 e 500m de altitude, nas encostas da Serra da Arrábida, a qual protege as vinhas do Atlântico.

A região está dividida em 2 sub-regiões: Palmela e Setúbal, ambas com a seu selo Demonização de Origem Demarcada.

As uvas

Existe legislação forte em relação aos tipos de castas utilizadas nos vinhos desta região, por isso não há lugar para mistura de castas. A casta tinta predominante em toda a região é a Castelão, por exemplo os vinhos com selo de Origem Demarcada de Palmela têm de conter 66,7% de Casteão para serem reconhecidos. Na categoria tinta pode também encontrar Moscatel Galego Roxo e Trincadeira. Nas castas brancas encontrará Arinto, Fernão Pires, Moscatel e Síria.

Os vinhos

O mais emblemático vinho da Península de Setúbal é o Moscatel. Produzido com as castas Moscatel ou Moscatel Roxo este fantástico vinho generoso é um dos vinhos mais antigos e famosos do mundo. O famoso Moscatel de Setúbal possui um aroma intenso a flor de laranjeira e um sabor doce, quando envelhecido desenvolve notas de frutos secos, passas e café. 

Embora produzido em pequenas quantidades, o Moscatel Roxo possui características semelhantes aos Moscatel de Setúbal, mas estas são talvez refinadas com os aromas complexos e sabores de laranja amarga, passas, figos e avelãs.

Existem também vinhos de mesa novos produzidos na região. Os brancos possuem um aroma a especiarias e os tintos notam um aroma de frutos vermelhos.

Por isso, marque já a sua viagem e descubra a Península de Setúbal.

Fonte: Infovini

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *