Os famosos vinhos alentejanos

O famoso vinho alentejano é apreciado não só pelos portugueses, mas é também adorado por conhecedores de vinhos muldialmente. A região é também famosa pela sua gastronomia requintada. O Alentejo recebeu uma quantidade subtancial de fundos, o que permitiu a melhoria na produção de vinhos, e que por último levou à produção de alguns dos melhores vinhos portugueses; e com isso veio o reconhecimento internacional que a região possui hoje em dia.  

A região

Situada no Sul de Portugal, o Alentejo é uma belíssima região de planícies sem fim, interrompidas por montes aqui e acolá. O clima é quente e solarengo, eu diria até, que se Portugal tivesse um deserto, este seria o Alentejo, embora a paisagem não se assemelhe a um deserto. No Verão, as temperaturas são muito elevadas o que requer irrigação das vinhas. O solo é predominantemente argila, granito, calcário e xisto o que é bastante pobre. A sub-região de Portalegre está influenciada pelo micro-clima da Serra de São Mamede, onde as temperaturas são mais baixas.

A região está dividida e 8 sub-regiões: Portalegre, Borba, Évora, Redondo, Reguengos, Granja-Amareleja, Vidigueira e Moura. Todas elas com um selo de Denominação de Origem.  

As uvas

O Alentejo possui regulamentos no que respeita às castas utilizadas nos vinhos que possuem o selo de Denominação de Origem, mas, alguns Produtores escolhem produzir vinhos regionais que podem ter outras castas tais como Touriga Nacional, Cabernet Sauvignon, Syrah e Chardonnay. Alguns destes vinhos são vencedores de prémios e reconhecidos internacionalmente. Nas castas tintas nativas podemos encontrar Alfroncheiro, Aragonez, Moreto, Tinta Caiada e Trincadeira. Nas castas brancas, temos Antão Vaz, Rabo de Ovelha e Síria.

Os vinhos

O Alentejo é sem sombra de dúvida uma das minhas regiões favoritas de Portugal, quer pela sua gastronomia como pelos seus vinhos. O clima quente é perfeito para os vinhos e os resultados são magníficos nesta região. Os tintos são encorpados e ricos em taninos com aroma a frutos vermelhos e frutos silvestres. E os brancos são suaves e ligeiramente acídicos com um delicioso aroma a frutos tropicais. Uma excelente combinação para a requintada gastronomia local. 

Fonte: Infovini

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *