Prontos para levantar voo?

Prontos para levantar voo? Este ano marcará o início do programa de vacinação mundial contra a Covid. Alguns países europeus, como o Reino Unido, já estão a vacinar a população, mas ainda há um longo caminho a percorrer até que se complete o programa e que a população mundial esteja vacinada.

E o que significa isto para a aviação?

Sabemos que é mais seguro entrar num avião do que visitar o supermercado local. O ano passado, escrevi um artigo acerca dos filtros Hepa especiais, utilizados na aviação e como estes filtros limpavam e renovavam o ar dentro da cabine, num intervalo de pouco minutos. Mas será isto suficiente para iniciar os voos? Eu diria que ajuda certamente, mas há mais algumas coisas que precisam de acontecer antes que possamos dizer que estamos prontos para levantar voo.  

Fronteiras abertas

Uma das coisas é que as fronteiras internacionais estejam abertas, permitindo que as pessoas viagem. Alguns Governos ainda não estão seguros de que é altura para o fazer. Embora outros tenham mantido as fronteiras abertas. É um assunto complicado; por um lado, temos o sector da aviação arrasado, onde milhares de pessoas perderam o emprego. Por outro lado, temos a necessidade de proteger a população e parar com a disseminação do vírus. É um equilibrar da balança e os Governos têm uma tarefa muito difícil nas mãos.

Imunidade de grupo

As vacinas estão aí, mas levará tempo até que se atinja a imunidade de grupo. Esta será uma segunda camada de protecção e a garantia de que a disseminação está controlada. Neste momento, em alguns países, como a Austrália, aqueles que chegam ao país têm de passar por 14 dias de quarentena. Caso atinjamos a imunidade de grupo, estas regras poderão ser relaxadas e poderemos ter mais liberdade.

Para isso, as vacinas têm de ser administradas a toda a população global e a imunidade de grupo ser verificada. Depois disso poderemos estar prontos para levantar voo.

Confiança do Consumidor

Sabemos que é seguro, mas numa pandemia todos estão um pouco nervosos e têm dificuldade em acreditar em empresas. Afinal, estas querem vender bilhetes e fazer dinheiro. Por isso, acho que precisamos de restabelecer a confiança do consumidor.

Entretanto…

As companhias aéreas estão a implementar um sistema de passaporte de segurança covid, onde necessita de provar que não se encontra infectado e que tomou a vacina. Esta é uma opção muito boa que poderá pôr-nos prontos para levantar voo novamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *