Qantas reforça a formação de pilotos

Qantas reforça a formação de pilotos com o seu centro de simuladores em Brisbane. Num comunicado de imprensa publicado a 31 de Janeiro, a companhia aérea anunciou o seu novo centro de treino para pilotos em Brisbane, com capacidade para formar 900 pilotos por ano. Estas são excelentes notícias para a Qantas, que já foi chamada de companhia aéra mais segura do mundo e da qual os pilotos têm a reputação de estar entre os melhores no sector.    

A tecnologia de simuladores topo de gama assegura o melhor treino

As novas instalações estão situadas perto do aeroporto de Brisbane, onde os pilotos poderão receber formação com uma tecnologia topo de gama em termos de simuladores. Os quatro simuladores foram transferidos de Sidney, devido a um projecto de infrastrutura de grandes dimensões na área. Os simladores para Boeing 737, 767F e 787 Dreamliner, juntamente com o Dash 8 Q400 e um dispositivo de treino Q400 permitirão a melhor formação de pilotos. Os pilotos podem utilizá-los nas suas sessões de formação anuais ou em formação especializada quando forem transferidos para um novo tipo de avião.  

Fácil e rentável

Segundo a Qantas, a maioria dos seus pilotos encontram-se nos Estados a Este, este projecto servirá esses pilotos, o quais poderão receber formação na sua cidade de residência, o que significa menos custos para estes e para a empresa, tornando-a uma medida rentável. O centro de Brisbane fará parte de um projecto de grandes dimensões. Está prevista a expansão do actual Centro de Formação de Melbourne e a construção de um novo centro de formação aérea em Sidney.   

Excelentes notícias para a Austrália e para os pilotos australianos

O centro de Brisbane irá ser capaz de treinar os mais de 500 pilotos actuais da Qantas, que possuem residência em Queensland e também pilotos vindos de outros estados. Está também preparado para dar as boasvindas a futuros pilotos que se venham a juntar ao Grupo Qantas. Terá também uma finalidade comercial e abrirá portas a pilotos de outras companhias aéreas na região da Ásia Pacífico. Isto será também um reforço nos postos de trabalho no sector. O Centro terá 33 empregados, 18 dos quais serão novas posições para instrutores de simulador altamente qualificados.

Na minha opinião, isto é a Qantas assegurando o seus altos níveis em termos de formação de pilotos e, mais uma vez, liderando o sector, com pilotos formados dentro do país, os quais passaram por uma extensa formação antes de poderem pilotar um “Flying Kangaroo” (Cangurú Voador).

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *