Região vinícola do Douro

Região vinícola do Douro é uma das regiões vinícolas portuguesas mais famosas, e tudo graças ao Vinho do Porto, que é reconhecido em todo o mundo e é talvez o mais popular de todos. Contudo, encontrará outros vinhos maravilhosos nesta região. Deve o seu nome ao Rio Douro, que corre por toda a região e é uma parte essencial na produção do Vinho do Porto.     

A região

Está localizada no nordeste de Portugal e é rodeada pelas montanhas do Marão e Montemuro. Os Produtores aproveitam a sua excelente irrigação natural, plantando nas bacias hidrográficas do Douro e seus afluentes, Tua e Corgo. Embora seja rica em água, a região possui solos muito pobres e encostas escarpadas de xisto, o que a torna muito difícil para trabalhar. Mas tem também os seus aspectos positivos, permite uma maior longevidade das vinhas e a produção de mostos com uma maior concentração de cor e açúcar. Mais uma vez, os portugueses criaram formas de resolver estes desafios, com a criação de socalcos. Estes criaram uma paisagem magnífica, visitada por milhões de pessoas, todos os anos. Em 2001 foi até reconhecida como Património Mundial pela UNESCO.     

Está sub-dividida em 3 sub-regiões: Baixo Corgo, Cima Corgo and Douro Superior. Cada uma delas, apresenta as suas características próprias e o seu clima, o que influenciará os vinhos nelas produzidos. O Baixo Corgo, por exemplo, sofre algumas influências do Atlântico, com níveis mais elevados de humidade e precipitação. Isto ajuda a fertilizar o solo. O Cima Corgo, apresenta um clima do tipo Mediterrânico, enquanto que o Douro Superior pode atingir temperaturas desérticas no Verão.       

As uvas

Mais uma vez, a região do Douro possui uma enorme variedade de castas brancas e tintas. As variedades consideradas mais adequadas a esta região são a Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Barroca, Tinta Franca, Tinto Cão e Aragonez (que nesta região tem o nome de Tinta Roriz); contudo, existem outras castas que são produzidas na região, tais como Rufete, Trincadeira, Vinhão. Nas castas brancas produzidas nesta região, encontrará a Cercial, Malvásia Fina, Moscatel, Rabo de Ovelha, Síria, Verdelho, Viosio.

O Vinho do Porto

O Vinho do Porto é produzido nas encostas áridas ao longo do rio. Acreditava-se que a melhor sub-região para produzir Vinho do Porto seria o Baixo Corgo, todavia, descobriu-se que em Pinhão, uma vila na região do Cima Corgo, se produziam uvas com uma concentração de açúcar mais elevada, o que é perfeito para a produção de Vinho do Porto. O vinho é transportado em barris para as caves no Porto. As embarcações utilizadas neste transporte chamam-se “Rebelos”. Hoje são também uma atracção turística e é possível fazer uma viagem turística nestas embarcações.    

Outros vinhos

A região produz também vinhos de mesa, espumantes e Moscatel magníficos. O Moscatel, os vinhos brancos e os espumantes são normalmente provenientes das sub-regiões do Cima Corgo e Douro Superior. Enquanto que os vinhos de mesa preferem as encontras frescas do Baixo Corgo.

A variedade de vinhos produzida nesta região, significa que poderá ter a refeição completa apenas com vinhos do Douro. Certamente algo a não perder.

Fonte: Infovini

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *