Virgin anuncia política de vacinação

Virgin anuncia política de vacinação após um período de consulta. De acordo com um comunicado de imprensa da companhia aérea, a Virgin Australia irá introduzir vacinação obrigatória para todos os seus empregados. A companhia aérea afirma que a política foi concluída após um período de consulta de duas semanas aos seus empregados, sindicatos, fornecedores, etc. A Virgin é a segunda companhia aérea australiana a criar uma política de vacinação, Alan Joyce, o Director Executivo da Qantas, deu também esse passo e quer que empregados e passageiros sejam vacinados. 

Segundo o comunicado de imprensa da Virgin Australia, todos os empregados a trabalhar no aeroporto têm de estar vacinados até ao dia 15 de Novembro e todos os outros empregados de escritório até ao dia 31 de Março de 2022. A companhia aérea está também a providenciar compensação monetária aos empregados, caso estes tenham de pagar consultas medicas para obtenção de informação acerca da vacinação, baixa para aqueles que se sintam mal após tomarem a vacina e informação para que todos os empregados estejam bem informados.

Um passo em direcção à liberdade

Embora este possa ser um assunto bastante controverso para a maioria, para a aviação é uma questão de sobrevivência. Todos vimos o que se passou com os cruzeiros, no início da pandemia. Embora os aviões tenham sempre sido mais seguros devido aos seus fortes filtros HEPA que limpam e reciclam o ar em períodos de apenas poucos minutos, mesmo assim precisamos de segurança de que o nosso voo não se irá transformar um evento disseminador da variante Delta, que nos vai por numa cama de hospital, agarrados a um ventilador.

A Qantas foi bastante clara relativamente a isto, agora a Virgin estipula as mesmas regras e outras companhias aéreas juntar-se-ão a elas nesta luta contra a covid.  Precisamos de ver este sector entrar na linha o mais depressa possível. Penso que todos aqueles que estão ligados à aviação entendem isso, por isso penso que é muito simples, se queremos a nossa liberdade de volta, precisamos de levar a pica.

A possibilidade da reabertura das fronteiras internacionais, assim como as fronteiras estaduais, com tripulações e passageiros vacinados pode ser a liberdade que desejamos desesperadamente.

Fonte: Virgin Australia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *