Virgin Atlantic deixa Hong Kong

Virgin Atlantic deixa Hong Kong. De acordo com um artigo publicado no World of Aviation no início de Outubro, a Virgin Atlantic não irá efectuar os seus voos de Londres Heathrow para Hong Kong. O artigo afirma que a Virgin diz que isto se deve a vários factores, incluindo a guerra na Ucrânia

Uma mistura de guerra e covid

Desde Fevereiro, o espaço aéreo russo tem estado encerrado devido à invasão russa da Ucrânia. Isto afectou os voos que ligam a Europa à Ásia e necessitam de utilizar aquele espaço aéreo. Antes disso, tivemos uma pandemia global que afectou a aviação por 2 anos.     

Em Dezembro de 2021, a Virgin Atlantic suspendeu a sua rota para Hong Kong, a partir da famosa hub europeia, London Heathrow. Nessa altura, a companhia aérea planeava retomar esta rota em Março de 2023. Agora, confirmou que isso não acontecerá e que a rota foi descartada.  

Segundo o artigo, isto deve-se maioritariamente ao encerramento do espaço aéreo. Contudo a companhia aérea fala também em covid e no efeito que esta teve nesta rota.  O artigo afirma que Hong Kong foi um dos países mais restritos no que respeita à covid. Isso levou a cortes significativos nos voos que operavam para aquela hub asiática.

A Virgin encerrará os seus escritórios em Hong Kong

O artigo diz ainda que a companhia aérea irá também encerrar os seus escritórios em Hong Kong. A Virgin afirma que foi uma “decisão dificil” deixar a hub asiática após ter servido por quase 30 anos. Dizem ainda que estão muito orgulhosos de o terem feito. Acrescentam que a relação entre passageiros e tripulações foi maravilhosa ao longo dos anos.   

A Virgin Australia terminou as suas ligações a Hong Kong a partir de Melbourne e Sidney, por isso a hug asiática deixou de servir esta ligação. Com a partida da Virgin Atlantic, a British Airways e a Cathay Pacific serão a únicas companhias aéreas a oferecer voos sem paragem de Londres para Hong Kong.

Deixe uma resposta