No mundo da produtividade

No mundo da produtividade, onde as pessoas apenas têm horário de entrada, quase não têm hora de almoço e é suposto que estejam operacionais 24 horas por dia, 7 dias à semana, é importante entender o que é na ralidade a produtividade e o que é apenas pura exploração.

Qualidade e produtividade

De acordo com o dicionário Collins, a produtividade é taxa à qual os produtos são produzidos. Mas se os produtos produzidos são defeituosos ou sem qualidade, não podemos dizer que a empresa é produtiva. Uma empresa pode produzir 5000 produtos em 10 minutos, mas se 3000 desses produtos são rejeitados, porque são defeituosos, isso irá afectar a produtividade da empresa, e claro, os seus resultados financeiros.

O mesmo acontece nos serviços. Se um serviço não for prestado com qualidade, não podemos dizer que seja produtivo. Isto acontece muito no sector da tradução. Muitas vezes um Orçamento que leva dois dias a ser aprovado, torna-se um trabalho urgente, quando o tradutor informa o cliente de que não trabalha ao fim-de-semana.

Os prazos de entrega são muito importantes. Em qualquer sector, é muito importante que um serviço ou produto seja entregue a horas e que o tempo que leva a completá-lo seja razoável, considerando o trabalho necessário a produzi-lo. Sou muito estrita com os meus prazos de entrega e estou muito orgulhosa de entregar sempre os meus trabalhos a horas. Mas para eu considerar que é um dia produtivo, o trabalho produzido tem de ter qualidade, ou então seria uma perda de tempo para mim e uma perda de dinheiro para o cliente.

O custo do trabalho rápido e de pouca qualidade

Normalmente digo que se um documento levou mais de meia hora a ser escrito, não poderá ser traduzido em menos tempo. Mas por vezes, é exigido aos tradutores que trabalhem com prazos irrealistas. Alguns aceitam, por medo de não conseguirem clientes, outros recusam e explicam que é impossível produzir uma tradução de qualidade num prazo tão curto.

O resultado disto poderá ser uma tradução de pouca qualidade, produzida à pressa para cumprir um prazo irrealista. Para o cliente, pode significar ter de pagar a um revisor para rever essa tradução e corrigir possíveis erros. Portanto, na realidade, o que possam ver como produtividade não é de forma alguma produtivo, foi um trabalho defeituoso que acabou por acarretar mais custos e levar mais tempo.

Como resolver este problema

Este não é um problema só de tradutores, mas para todos os sectores. Precisamos de entender realmente o que é a produtividade, e mais importante ainda, que a produtividade só é alcançada quando o resultado é um produto de qualidade.     

Uma pessoa stressada e com excesso de trabalho não será capaz de ser tão produtiva, como se estivesse num ambiente equilibrado. Se forem cometidos erros, estes afectarão os resultados financeiros do cliente ou patrão, pois levará tempo e dinheiro para corrigir esses erros. É preciso haver um equilíbrio e todos precisamos de olhar para as coisas no geral e focarmo-nos no resultado final. Todos queremos um produto de qualidade, produzido num tempo razoável e a um preço justo.      

Cátia

Leave a Comment