Cinco Dicas Para Escrever o Primeiro Capítulo do seu Livro

Cinco Formas de Melhorar o seu Primeiro Capítulo

O Primeiro Capítulo de um livro é o que necessita de ser mais trabalhado e editado. Não só é este capítulo o seu cartão de visita para os leitores como é também o material que vai atrair agentes literários e editoras. O Primeiro Capítulo do seu livro deve demonstrar o seu estilo, enredo e captar o ambiente do resto do seu livro. Aqui ficam cinco dicas importantes sobre escrever um Primeiro Capítulo.

 

1 – Comece com Impacto

“Eles deram um tiro à rapariga branca primeiro.” – Toni Morrison, Paradise

“Todas as famílias felizes são iguais, cada família infeliz é infeliz à sua maneira” – Leo Tolstoy, Anna Karenina

É difícil escolher uma frase forte para começar o seu Primeiro Capítulo logo no primeiro rascunho. A maioria dos escritores só se apercebe do que estão a escrever e do tom da sua história muito depois de terminarem o primeiro rascunho. Contudo, a frase de abertura do seu Primeiro Capitulo é o seu íman e tem de ser forte e concisa o suficiente para chamar a atenção do leitor. É tentador começar o Primeiro Capítulo com um evento crítico ou uma frase chocante mas isto pode acabar por ser um erro grave se não estiver em linha com o resto do enredo e estilo narrativo. Os leitores são inteligentes e vão aperceber-se da sua insinceridade logo nas primeiras três páginas. Assim, se não for capaz de completar com sucesso a sua  proposta inicial, esta estratégia não é a mais aconselhada.

 

2 – Comece com acção

Outra dica importante sobre como abrir o seu primeiro capítulo é começar com um evento. Pode parecer mais natural começar pela descrição de uma cena ou do ambiente, do tempo, do lugar ou até da personagem principal.. Afinal, é assim que nós, escritores, começamos a escrever nas nossas cabeças: vendo a cena por inteiro antes de algo acontecer. Resista a esse impulso. Em vez disso, escreva todas essas descrições e depois, apague tudo até à parte em que a acção se inicia. Às vezes, isto significa apagar um ou mais capítulos inteiros até chegar ao evento inicial. Este evento não necessita de ser crucial para a sua narrativa mas precisa de ser o seu ponto de partida. O leitor tem que se interessar logo no primeiro parágrafo. O objectivo é que o leitor comece logo colocar questões e não que este seja apenas o receptor de informação. Responda às questões O QUÊ?, dê pistas sobre QUEM? e mencione ONDE? Mas deixe o PORQUÊ? para o final do capítulo ou até mesmo do livro. Não se deve começar a história tão à frente que tenha de passar os capítulos seguintes a dar informação relevante e a descrever os antecedentes do evento mas, definitivamente, o objectivo é captar a atenção do leitor desde o início.

 

3 –  Apresente a sua Personagem Principal

Independentemente do seu tipo de narrador, deve apresentar as suas personagens principais no Primeiro Capítulo mostrando quem eles são e não dizendo como eles são. Se a história abre logo com a sua personagem principal no meio da acção, que é o ideal, já está a descrever a sua Personagem Principal através das suas acções e reacções. Faça da Personagem Principal o centro do seu primeiro capítulo. O seu leitor precisa de conhecer quem vai estar a acompanhar, que tipo de pessoa é a personagem e quais são os seus sonhos e sentimentos. A ideia é usar o Primeiro Capítulo para construir a sua personagem principal, por isso, não tenha medo de usar o seu evento inicial para deixar a sua personagem principal fora da zona de conforto e deixar transparecer quem eles são verdadeiramente. Esta é a oportunidade de apresentar a sua Personagem Principal e o tema do seu livro.

 

4 – Estabeleça o Conflito

O Primeiro Capítulo tem que mostrar o tema do livro sem o dizer ao leitor. Uma boa técnica é representar no Primeiro Capítulo o resto do livro. Faça acontecer no Primeiro Capítulo e a uma escala menor aquilo que vai acontecer no seu livro ao longo de várias páginas. O seu leitor precisa de descobrir sobre o que é o livro mas sem perceber como a história se vai desenrolar. Se o seu livro não é sobre resolver um crime, não comece com uma cena de homicídio a não ser que esta seja essencial para o desenrolar do enredo. Se o seu livro for uma feliz história de amor, pode começar com um primeiro encontro cheio de azares. O que é importante é que no seu Primeiro Capítulo, mostre o que a personagem principal quer e o que ela precisa de fazer para alcançar o que quer. A partir daí, esteja à vontade para passar as próximas cinquenta mil palavras fazendo com que a sua personagem principal não obtenha o que quer.

 

5 – Prenúncio

Assim que tiver estabelecido o conflito e introduzido a sua personagem principal colocando-a no meio da acção, use a antecipação. Antecipação é um recurso literário no qual se pretende dar um aviso ou indicação do que vai acontecer no futuro. Como foi mencionado acima, o seu Primeiro Capítulo deve ser uma metáfora condensada do seu enredo e a forma mais fácil de fazer isto é usando a antecipação. Contudo, evite os típicos clichés. Não queira que a sua antecipação seja tão óbvia que o leitor se apercebe logo do enredo. O ideal é que o leitor ganhe uma idea do que vai acontecer mas não como vai acontecer, caso contrário o leitor poderá perder a motivação para continuar a ler.

 

Estas cinco dicas sobre como escrever o seu Primeiro Capítulo vão ajudá-lo a começar o seu livro de forma grandiosa mas prepare-se para fazer muito trabalho de edição. Os rascunhos são uma parte fundamental da escrita e devem ser apreciadas como um processo crucial para a escrita de um excelente Primeiro Capítulo.

Leave a Comment