Competição e sobrevivência

Competição e sobrevivência são os mecanismos que ditarão o futuro da aviação pós-covid. Após 2 anos de incrível destúrbio no sector, está na altura de fazer o regresso e voltar ao normal, o mais depressa possível. Mas o começo poderá ter alguns obstáculos, quer para passageiros como para companhias aéreas. Os preços têm de ser suficientemente competitvos para voltar a atrair os passageiros, mas têm também de cobrir os cusos elevados de gerir uma companhia aérea, por isso é um equilibrio entre competição e sobrevivência.

A procura existe

Penso que todos concordadamos que, teóricamente, a procura não será um problema. Depois de 2 anos de encerramentos de fronteiras, confinamentos e restrições, as pessoas querem sair de casa e começar a viajar. Mas também temos de considerar que muitas pessoas perderam o emprego e estão ainda a tentar pôr as suas vidas em ordem, portanto, embora possam querer viajar, podem não poder fazê-lo por não poderem pagar. Por isso, o que poderá parecer uma procura elevada, poderá na realidade ser apenas pensamento positivo em vez de procura real.

Quantos mais melhor

Na perspectiva do passageiro, a competição é algo muito bom. Quanto mais companhias aéreas estiverem disponíveis melhores serão os preços. Sim, normalmente é assim, se várias companhias aéreas operam na mesma rota, terão todas que competir pelo nosso dinheiro, portanto isso reflecte-se nos preços. Contudo, se ainda houverem restrições e a capacidade for baixa, eles terão de aumentar os preços para se materem à tona e isso significa que não teremos o melhor preço. Ou o melhor preço disponível ainda se encontra acima do que podemos pagar.

Criatividade significa sobrevivência

Sinceramente, penso que as restrições não durarão para sempre, e com a existência de passaportes covid e outras medidas de segurança, a aviação poderá voltar a uma vida lucrativa. Assim que as fronteiras se abram e as pessoas tenham liberdade para voar, eu penso que haverá procura. Para ajudar a tornar tudo mais acessivel, as companias aéreas necessitam de ser criativas e explorar opções diferentes, oferecer destinos diferentes, quem sabe, é certo que o sector dará a volta por cima depois disto. Nós queremos voar, eles querem desesperadamente levar-nos, por isso um pequeno empurrão e no final, nós vamos conseguir lá chegar.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *