A viagem de negócios está de volta!

A viagem de negócios está de volta! Apesar dos receios acerca do turismo corporativo após a pandemia, parece que o sector mostrou um crescimento massivo entre Fevereiro e Março. Um artigo publicado pela Australian Aviation afirma que uma agencia de viagens bastante popular teve um aumento de 416% em marcações de viagens corporativas.

As previsões ruinosas

Com a pandemia, mudámos não só a forma como vivemos, mas também a forma como fazemos negócios. Começámos a trabalhar a partir de casa, começámos a usar máscaras, ficámos em casa durante meses. As empresas também mudaram, e as viagens de negócios foram as primeiras a serem cortadas, se as fronteiras estavam encerradas, não poderiam haver quaisquer viagens, quer de negócios ou quaisquer outras.  

Portanto, muitas pessoas pensaram, que tal como o que está a acontecer com o trabalho a partir de casa, as empresas iriam passar as suas viagens corporativas e eventos de socialização online, e as viagens corporativas seriam uma coisa do passado. É uma realidade que ainda existem muitas reuniões e eventos decorridos online, mas também é  uma realidade que muitas empresas retomaram os seus planos de viagens.

O grande regresso

Sem sombra de dúvida, para o sector da aviação, este é um regresso muito bem vindo. O turismo corporativo constituí uma parte significativa da receita das companhias aéreas. Para o turismo também é muito bom. Embora as pessoas viagem em negócios, continuam a precisar de alojamento, alimentação e  transporte. Já para não dizer, que terão também algum tempo de laser e que irão também explorar os lugares que visitam e gastar dinheiro com lembranças e outro tipo de coisas.    

O futuro

A realidade é que, neste momento esta poderá não ser uma opção muito sustentável ou amiga do ambiente. No futuro, com as companhias aéreas a reduzir as suas emissões de carbono e a trabalhar activamente para atingir o alvo de 0% de emissões, esta poderá ser apenas outra opção a juntar às reuniões e conferências online. De uma coisa estou certa, poderão ser bastante diferentes do que eram antes de 2020 e bastante diferentes do poderão ser hoje em dia.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *