Airbus vence entregas em 2022

Airbus vence entregas em 2021, é o que diz o artigo da World of Aviation. A Boeing e a Airbus sempre foram acérrimos concorrentes, ao longo dos anos têm vido a competir pelos melhores aviões no mercado. As suas obras de arte não só têm de convencer os consumidores, os quais acabarão por voar nestas, mas também os seus clientes, as poderosas companhias aéreas que gastam biliões para renovar as suas frotas com o que de melhor existe no mercado.   

Todos os anos, lutam para obter o maior números de encomendas e traduzi-las em entregas, pois existem sempre cancelamentos.

A Boeing luta com atrasos e problemas técnicos

Segundo o artigo da World of Aviation, ambas as empresas enfrentaram dificuldades com os  efeitos da pandemia, contudo, ambas aspiram a voltar ao seu desempenho pré-pandemia.

O artigo afirma que a Boeing registou 340 entregas em 2021, o que foi mais do que as 157 entregas registadas em 2020. Este aumento, diz a World of Aviation, deve-se ao regresso do 737 Max, que foi impedido de voar por 2 anos devido a problemas técnicos. O avião foi agora aprovado para voar e as encomendas podem agora ser satisfeitas. Outro factor que afectou as entregas da Boeing foram os sucessivos atrasos com o 787 Dreamliner devido a vários defeitos de fabrico.    

Airbus

A Airbus registou 611 entregas em 2021, de acordo com o artigo. Esta é uma subida de 8% relativamente aos resultados de 2020 e quase o doubro das entregas verificadas pela Boeing, no mesmo período. A empresa registou também um aumento nas encomendas, e o artigo afirma que estas duplicaram. 

Os resultados finais

Embora a Airbus tenha ganho o título para maior número de entregas, parece que a Boeing efectuou mais vendas com um total de 909 encomendas brutas, 535 após os cancelamentos. A Airbus registou 771 encomendas brutas, o que após cancelamentos se traduz em 507. O resultado relativamente às vendas ainda não é conclusivo, um avez que a Airbus teve um aumento significativo nas vendas em Dezembro. Os resultados finais serão conhecidos brevemente.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *